Onde Comer em São Paulo


Onde Comer em São Paulo

Ah São Paulo…minha cidade, que eu tanto amo mas não pretendo mais morar nela…haha…trágico mas real. As vezes me pego pensando como seria São Paulo sem violência, sem sujeira, sem trânsito, e penso que seria a cidade perfeita – mas enfim…. É uma cidade mara e que proporciona todo o tipo de lazer que possamos imaginar, e isso inclui COMIDA – a cidade tem mais de 20mil estabelecimentos que servem comida, entre eles restaurantes, pizzarias, padarias, lanchonete e afins. É comida pra caramba hein… E de boas opções a cidade está bem servida. Há tempos eu pensava em fazer essa lista ‘onde comer em São Paulo’, então vamos lá – listo aqui meus 12 lugares favoritos.

#1 Esquina Mocotó

O Mocotó não é somente um restaurante premiado, é principalmente um restaurante que serve comida brasileira artesanal – cheia de alma, sabor e respeito, utilizando ingredientes locais e de qualidade, valorizando nosso produto, demais! Rola um relacionamento múto de respeito e confiança com os fornecedores. Sendo assim, o resultado não poderia ser melhor. O cardápio apresenta alguns clássicos da casa, como os Dadinhos de Tapioca (para degustar como entrada, se tiver animado peça algum dos criativos drinks da ótima carta de coquetéis da casa ou uma cerveja artesanal!), Paçoca de Pato e a Carne de sol artesanal e também pratos sazonais – tudo sempre bem executado e muito saboroso! Os pães são de fermentação natural, feitos na casa. Não saia sem experimentar as deliciosas sobremesas – tudo no cardápio de sobremesas parece sempre interessante! A carta de vinhos conta com alguns rótulos brasileiros, principalmente os tintos.


#2 MODI

O restaurante Modi é mais um dos poucos restaurantes onde a comida é SEMPRE boa. Comida italiana super fresca (as massas, molhos e pães são todos preparados na casa), saborosa e com preços MUITO honestos. Tem 3 unidades, a da Rua Alagoas, no bairro de Higienópolis (lugar que adoro em sampa, diga-se de passagem) é a mais antiga, menor e super charmosa. Mas não são somente as massas que brilham por lá, claro: os pratos com carne e peixe são sensacionais Daqueles restaurantes para ir sempre! Meus favoritos: a Sopa Fria de Beterraba, Ravioli de Gema, Paleta de Cordeiro, Polenta Cremosa com Linguiça, Bavette ao Vongole, Cheesecake de Queijo de Cabra……nossa, vou parar por aqui!


#3 EMA

Pra mim, esse é um dos restaurantes mais fofos que já fui. A última vez que estive lá ainda era no endereço antigo – uma casa super pequena e charmosa, o restaurante fica no piso superior da casa, acessado por uma escada estreita (parecendo uma coisa assim meio “secreta”) funcionava somente 3 vezes por semana. Aí o restaurante bombou e mudaram para um local maior (ainda não visitei). Bem, na primeira vez fui de Menu Degustação – coisa que simplesmente AMO. Cozinha totalmente autoral, mas sem afetação alguma – somente criatividade, sabor e muitos ingredientes brasileiros.  Ah, se não estiver a fim de menu degustação, uma dica: o hamburguer deles é delicioso, assim como os pratos – e tem sempre novidades no cardápio.


#4 A CASA DO PORCO

Nesse restaurante, como o nome já demonstra, a matéria prima principal é a carne de porco – proveniente de criações caipiras (Obrigada!). Eu particularmente achei muito bacana a proposta da casa, valorizando assim essa carne tão pouco explorada que é o porco – e se é caipira, melhor (eu sinceramente estou desencanando de comer qualquer tipo de carne quando não conheço a origem, mas ainda não cheguei a 100%).  Enfim, todo o potencial da carne de porco é explorado por lá, a exemplo do delicioso Tartare de Porco (feito com a carne curada), Barriga de Porco com Goiabada (realmente SENSACIONAL), Sushi de Papada com Pincelada de Tucupi Preto, Porco em 5 versões e Porco San Zé (porco assado por 7 horas, tutu, couve e tartare de banana). Não sei dizer o que mais gostei…. Tem também o menu “De tudo um porco” com porções menores com as principais especialidades da casa. Os embutidos, pães e conservas são feitos na casa. As sobremesas pra mim são simples e perfeitas – Pudim de Leite e Queijo com Goiabada! Ainda tem alguns sandubas que você pode pegar na “janelinha”, cervejas artesanais e cachaça. Apenas vá!


#5 RESTAURANTE PETÍ

Esse restaurante conheci meio por acaso pois ficava no caminho entre 2 obras que estava tocando quando trabalhava como arquiteta. Acontece que viciei nesse restaurante e queria ir toda semana! Eles tem um menu delicioso para o almoço por um preço incrível – quase inacreditável diante da comida, ambiente e serviço oferecidos, provando que dá sim para ter um restaurante “honesto”, digamos assim. A comida é fresca, vibrante, agrada demais ao paladar e, principalmente, muito criativa: o chef usa uma diversidade muito grande de ingredientes – e o resultado é bem harmônico. O pão é delicioso (deve ser feito na casa, na real nunca perguntei!) e é acompanhado por uma manteiga gostosa, azeite e flor de sal – do jeito que eu gosto! Se você é vegetariano, nem precisa se preocupar, porque será terá opção (boa) pra você no cardápio.

Reserve seu hotel no site Booking.com através deste link e ganhe R$50 de desconto: https://www.booking.com/s/11_6/8324e295


#6 HOLY BURGER

Hamburgueria boa é o que não falta em sampa, mas essa é minha favorita por vários motivos: o tamanho do hamburguer é perfeito para comer bem sem se empanturrar e também para comer com as mãos (hamburguer no prato me irrita!), o pão é super leve e fofinho, a carne é uma delícia e no ponto que eu gosto (nem sangrando, nem cinza “já passou do ponto faz tempo”). O que mais gosto é o cheddar no pão preto (delicioso, é feito na casa) com muito bacon – pura felicidade! E aquelas batatinhas fritas fininhas? E para a sobremesa, se joga no pudim de leite baby!


#7 JIQUITAIA

Outro restaurante que amo por estes motivos: a comida (brasileira, obrigada!) é sempre sensacional e por um preço honestíssimo – principalmente o menu executivo do almoço. Os ingredientes e receitas clássicas do nosso país são super valorizados: o Nhoque de Banana da Terra com Carne Seca é MUITO bom, bem como a Moqueca Vegetariana (com banana e palmito) e Arroz de Pato. As sobremesas que estão sempre por lá e valem uma degustação são o Brigadeiro (super brilhante!) com Farofa de Pé de Moleque e a Goiabada com Creme de Queijo – em uma das minhas visitas provei uma Cheesecake de Jabuticaba muito boa.


#8 TêTE à TêTE

Esse é um restaurante muito bom para um jantar mais bacana ou até romântico – comida brasileira com um twist francês (no meu ponto de vista). Se quiser dar uma pirada, vá de Menu Degustação, que inclusive pode ser harmonizado com vinhos ou cervejas ou cachaças. O Foie Gras com Compota de Cupuaçú e Damasco é um dos melhores que já comi (e olha que moro na França hein…) – a compota casa muito bem com o Foie. Pratos como Bochecha de Boi e Peixe na Brasa sempre aparecem no cardápio. O Mil Folhas (super crocante) e os Sorvetes são sempre ótimas opções para encerrar o jantar. A carta de vinhos é bem variada porém em se tratando de vinhos brasileiros, infelizmente apresenta apenas 2 rótulos…


#9 Coffee lab

Cafeteria com café de verdade – blends e torras especiais, responsabilidade social e amor ao café. Pra mim, além de um café de boa qualidade, o que mais gosto é de provar os diferentes sabores do café provenientes de um determinado método. Por exemplo: se você utilizar o mesmo pó para fazer um espresso, um café com coador comum e um com coador Hario, você terá 3 sabores distintos – e isso é sensacional! Na Coffee Lab você pode experimentar essa degustação, recomendo muito. Prove também o delicioso pão orgânico com manteiga na chapa e todas as bebidas com café que você conseguir. E você pode levar pra casa diversos itens como grãos de café (pra moer me casa, fresquiiinho…), cafeterias (tem Aeropress!), canecas. Fora que o lugar em si é super bacana – uma casa linda na Vila Madalena com mesas externas super agradáveis. Passa lá.


#10 mercado municipal de pinheiros

Esse mercado, pequeno apenas em tamanho (porém suficiente!) conquistou meu coração na primeira visita: tem ótimos lugares para comer e comprar insumos. Diferente do Mercado da Cantareira, não tem 1 milhão de bancas que vendem o mesmo produto, tem poucas, e pelo menos até a minha última visita, os preços entre as bancas não varia muito – gostei disso. Mas e o que tem para?  O Mocotó Café aparece por lá com alguns quitutes deliciosos, como os famosos Dadinhos de Tapioca, Tapiocas, Cuscuz Nordestino (com ovo mole, ai!),  Cafés de ótima qualidade, Baião de Dois, Mocofava, Pudim de Tapioca e outras delícias – tudo simples e muito saboroso! Não deixe de experimentar os sensacionais ceviches (o de atum com manga, coco e tapioca é sem palavras!) na Comedoria Gonzales e as verdadeiras pizzas napoletanas na Napoli Centrale (tem uns 5 sabores, minha favorita é sempre a Marguerita. Prove também o Cannoli).Um mercado muito bacana para ir sempre!


#11 restaurante micaela

Outro restaurante brasileiro que amo: pratos que são, ao mesmo tempo, simples e arrojados. Mas pode-se dizer que a comida lá é meio “mestiça”, já que há uma fusão dos ingredientes brasileiros e espanhóis – um destes exemplos é o delicioso Risoto de Tucupi preparado com arroz bomba (e servido com Costelinha de Tambaqui, pra deixar tudo ainda melhor!). Prove também a galinhada e o Cuzcus de Galinha – ui! Tudo é saboroso e muito bem apresentado! O Micaela é daqueles restaurantes que sempre queremos voltar…


#12 garimpos do interior

Sempre soube que a comida brasileira é a número 1 pra mim, mas fazendo essa lista até me surpreendi – realmente gosto! Esse restaurante também serve comida brasileira “da boa” – eu o descobri em outra das minhas andanças por sampa, escondidinho em uma rua pacata da Lapa (tenho um super carinho por este bairro, não sei exatamente o porque!). Enfim, cheguei sem pretensão, não conhecia o lugar. Senti, pedi o cardápio e percebi nas paredes alguns quadros com recortes de publicações sobre o restaurante. E na minha opinião, merecidas! A comida de lá é tão gostosa, mas tão gostosa que parece que foi preparada pela sua avó, sério. Comida feita com MUITO amor. O cardápio apresenta todos aqueles pratos caipiras da nossa culinária: Vaca Atolada, Jeca Tatu (esse da foto: Costela Cozida, Arroz, Farofa e Salada de Couve – mas não é um simples prato, é muito bom. Muito. Ok, já entenderam né?), Leitão na Lata, Galinhada Caipira e Rabada. Seja mais feliz ainda tomando um guaraná Cotuba – não tenho o costume de tomar refrigerante mas adoro essas coisas vintages…haha. A Cocada de Forno com Sorvete e Mel de Engenho e um cafezinho coado na mesa fecham bem a refeição. Se tiver a possibilidade de deitar em uma rede após o almoço, faça isso!

 

onde comer em…


+ There are no comments

Add yours