Sobremesas pelo mundo


Sobremesas pelo mundo

Gente, poucas coisas na vida são tão boas quanto sobremesas…não acham? Claro que minha vida mudou depois que descobri que sou [super] intolerante a lactose, mas até então eu comi MUITAS sobremesas boa por aí…principalmente no ano de 2016, quando trabalhei em um restaurante na França [onde fazíamos sobremesas bacanérrimas!] e viajei muito, provando tudo o que podia e não podia….rs… Então caso você ande por esses países, veja aqui o vale experimentar!

#1 França

Na terra das mais maravilhosas patisseries do mundo, sugiro que você prove tudo o que vir pela frente, mas meus favoritos são Macaron, Mil Folhas e Crème Brûleé. Falando em Macaron, minha opinião, os melhores macarons do mundo estão na Pierre Hermé: tem o ponto perfeito – cremosos por dentro e bem crocantes por fora. Eles também fazem maravilhosos macarons recheados, o meu preferido é o de Pistache com Framboesas – muito inusitado, delicado e marcante. Mas o fato é: prove todos os sabores na versão mini.


#2 ITÁLIA

A Itália é uma delícia e não fica atrás da no quesito sobremesas: prove Panna Cotta, Cannolo [Cannoli é plural de Cannolo] e Tiramisù.


#3 ALEMANHA

Fiquei extremamente surpresa quando provei a primeira Cheesecake na Alemanha: a torta era bem densa e extremamente saborosa. Em algumas versões a base da torta é uma massa básica de tortas, e não aquela com biscoitos [como a receita tradicional americana], mas é igualmente deliciosa. Agora fiquei aqui pensando no Bolo Floresta Negra e cheguei a conclusão de que ele me surpreendeu mais do que a Cheesecake: confesso que nunca fui fã desse bolo, mas ao provar a receita tradicional alemã, descobri o por quê – é completamente diferente, claro! As camadas de bolo de chocolate são leves, o chantilly é extremamente gostoso e igualmente leve [no Brasil sempre tenho a impressão que o chantilly tem sabor de gordura!] e tudo é regado com um delicioso licor, além das cerejas picadinhas, claro. Outro ponto que faz enorme diferença quando comparado à preparação das sobremesas no Brasil é a quantidade de açúcar: as sobremesas na Europa nunca são doces demais, tornando tudo mais equilibrado e saboroso.


#4 ESLOVÊNIA

A comida na ESLOVÊNIA é mais do que sensacional: é comfort e saborosa, mantendo a simplicidade. Quando estive lá eu me surpreendi todos os dias com a comida. Eu não havia pesquisado muito sobre a comida na Eslovênia antes de partir para a minha viagem, então foi TUDO uma enorme surpresa! Quando eu estava na cidade de Kobarid, encontrei um restaurante com um ar bem rústico e decidi entrar apenas para tomar um café e comer uma sobremesa: então optei pelos Kobariski Struklji – dumplings recheados com purê de castanhas e especiarias. Que coisinha mais deliciosa! E não menos delicioso é o Bled Cake: uma especialidade local, consiste em um bolo onde a base é feita com uma espécie de massa folhada mega crocante, depois uma generosa camada de um custard delicioso, uma camada de chantilly e, para finalizar, mais uma camada de massa folhada crocantérrima! Apenas prove – você encontrará esse bolo em todos os cantos da cidade.


#5 ESCÓCIA

Acho que muitos já ouviram falar no Stick Toffee Pudding, que na verdade é uma especialidade inglesa mas que encontramos na maioria dos restaurantes na ESCÓCIA: um bolinho ‘meio’ pegajoso, que é depois regado com uma calda toffee [caramelo] e arrematado com sorvete de baunilha, ou até melhor, com sorvete de whisky – como pude provar por mais de uma vez. Dá vontade de abraçar essa sobremesa, vai por mim…Já o Trifle [também de origem inglesa] é aquele tipo de sobremesa mais ‘basiquinha’ que sempre cai bem: são camadas de pão-de-ló regados com rum, custard, frutas vermelhas e finalizado com chantilly – claro que há outras versões com chocolate ou outras cositas más….


#6 PORTUGAL

O que ‘pega’ aqui em Portugal, no sentido de sobremesas, são os doces conventuais: no Brasil isso não é estranho pra nós, afinal de contas, quem não conhece ou nunca provou os Pastéis de Nata, Fios de Ovos, Toucinho do Céu e por aí vai? Acontece que é sempre uma surpresa quando provamos as especialidades locais em sua origem. E aqui em Portugal [digo “aqui” porque estou morando em Portugal!] não é diferente: os doces conventuais são simplesmente divinos e vão muito além desses que citei acima. Na cidade onde moro [Alcobaça] tem 3 lugares mega bacanas pra provar esses tipos de doces e é maravilhoso, pois tudo é novidade! Prove todos que puder, sério!


LEIA MAIS SOBRE VIAGENS

 

2Comments

Add yours
  1. 1
    Thais

    Sou da mesma opinião sobre os macarons de hermè, achei os da laduré com retrogosto de ovo! E o meu preferido é framboesa com rosas, não consigo passar batido 🙂
    De resto, preciso urgente ir nesses lugares todos provar, lembro que quando minha família morou na Itália eu era louca de comer tudo de pistache (principalmente o gelatto, pois óbvio), mas ainda não conhecia os canolli… Morria comendo docinhos com frutidibosco!
    Beijos

+ Leave a Comment