Pizza de Longa Fermentação


Pizza de Longa Fermentação

Última semana do ano! Tempo de refletir sobre os acontecimentos do ano e desejos para o ano que se aproxima. Todo dia 31 de Dezembro eu costumo escrever em um papel o que eu quero para o próximo ano, mas sempre me referindo a sentimentos e coisas do tipo. Uma das coisas que sempre quero é SAÚDE. Sem ela, não fazemos nada. Nada mesmo. Para isso é preciso cuidar da alimentação, porque de nada adianta comer mal a vida inteira e mais tarde tomar um milhão de remédios, não faz o menor sentido. Mas outra coisa que faz parte da vida: o prazer de comer. Pelo menos pra mim, esse prazer é muito importante, o que não significa que você vai abusar – mas também, se raramente abusar, não tem problema, acho mesmo que o importante é o equilíbrio. Então, que venha essa pizza de vez em quando!

Essa receita de pizza de longa fermentação é literalmente a coisa mais fofa: uma massa alta, saborosa e extremamente macia – resultado da longa fermentação realizada na geladeira, um processo super simples! Eu sempre dou umas piradas na cobertura, essa da foto levou chorizo moído, abobrinha, pimentão vermelho, muçarela de búfala e rúcula [esta última coloque quando a pizza saiu do forno]. Fiquei tão encantada com essa pizza que comecei a fazer toda semana, sempre, claro, “pirando” na cobertura. A receita não dá trabalho nenhum e a massa é uma delícia: fica bem fofa e aerada por dentro e crocante por fora. Mangia che ti fa bene!

 

FÓRMULA

71% ÁGUA | 0,3% FERMENTO | 2% SAL | 4% AÇÚCAR | 3,5% AZEITE


INGREDIENTES

680 gramas de farinha de trigo [costumo usar a farinha italiana 00, mas funciona muito bem com farinhas simples nacionais]

485 gramas de água morna

2 gramas de fermento biológico seco

15 gramas de sal

30 gramas de açúcar

25 gramas de azeite


preparo

1. Dissolva o fermento e o açúcar na água morna e coloque o azeite. Misture;

2. Polvilhe toda a farinha na água (use uma peneira ou coador grande), coloque o sal e mexa bem com uma colher de pau, até você perceber que todos os ingredientes estão muito bem agregados. Cubra a massa com um plástico e deixe descansar por 30 minutos;

3. Agora iremos dobrar a massa (molhe suas mãos para a massa não grudar): levante a massa e dobre-a por cima dela, gire o recipiente e repita nos  lados. Repita esse processo por 3 vezes, com intervalos de 20 minutos. Se quiser utilize uma colher grande para fazer essas dobras;

4. Após o último descanso, cubra a massa com plástico novamente (é bom untar com azeite o recipiente onde a massa está, para evitar que ela grude) e leve a geladeira de 24 a 72 horas (mínimo 24 horas). Se preferir, você pode já dividir a massa antes de levar a geladeira;

5. Abra a massa já na fôrma enfarinhada, apenas com as mãos, e vá modelando com as pontas dos dedos, criando o formato desejado (as vezes faço pizza retangular…porque sim, eu sou do contra!). Essa massa cresce bastante quando assada, portanto se quiser a massa mais fina, abra com um rolo – a massa é bem mole, portanto você vai precisar polvilhar um pouco de farinha;

6. Coloque o molho de tomate e o recheio e leve ao forno a 250° por aproximadamente 15 minutos – ou até dourar bem e o queijo derreter. Preaqueça seu forno na temperatura máxima ao menos 30 minutos antes de colocar a pizza.

Rendimento: 1 pizza grande


mais receitas deliciosas

+ There are no comments

Add yours